E aquela Bike Branca da Av Ipiranga com a Érico Veríssimo!??


E então, ela ainda está por lá? Ainda está naquela esquina?? Diminuiu o “Motor” e aumentou o “Amor” por aquelas bandas!!??

 Aqui ela na esquina das duas avenidas.

Tudo isto eu não sei. Das última vezes que pedalei por aquelas bandas não percebi ela por lá e depois que começou a “novela” da ciclovia da Avenida Ipiranga tenho passado menos ainda por ali .

Mas para minha surpresa a alguns dias eu vi a dita bike, sempre “branquinha” com sua cesta e sua placa maneira ” Mais amor, menos motor”, porem com flores em sua cesta, em endereço novo, aqui na vizinhança  na Av. Nova York, 42. É intenção de quem a pôs ali de amenizar os corações dos motoristas daquele pequeno trecho de rua com seus bares barulhentos e recheados de “mautoristas” alcoolizados!?? Se foi também não sei. Mas que o bairro ficou mais bonito e simpático, isto ficou, sim!!

   Gostou do BL@G? Compartilhe no botão a baixo e “curta” também a página no FACEBOOK. Lá com informações diferentes e a liberdade para você interagir, comentando e postando. Link – PEDALE, viva em equilíbrio!

Anúncios

Sobre PEDALE

Um entusiasta do ciclismo e afins, apaixonado por este veículo. Tendo este blog voltado a incentivar e estimular cada vez mais o uso da bicicleta como meio de transporte e lazer.
Esse post foi publicado em Arte e afins. Bookmark o link permanente.

3 respostas para E aquela Bike Branca da Av Ipiranga com a Érico Veríssimo!??

  1. raos disse:

    Olha, eu passei ali na esquina domingo e ela continuava ali. Pra quem não conhece bem, é legal explicar o que é uma “ghost bike”. São bicicletas pintadas a mão (com tinta mesmo, nada especial) de uma única cor, normalmente branco, em memória a alguém que sofreu um acidente fatal ou pelo menos grave. As ghost bikes são colocadas sempre no local do acidente. Que nem aquelas borboletas que o Vida Urgente pinta no asfalto de Porto Alegre onde houveram atropelamentos fatais de jovens. Achei estranho essa “mudança de endereço”, mas creio que seja apenas mais uma bike, e não a mesma. Vale ressaltar que a bike pintada é normalmente a própria bike acidentada.
    Todos esses “normalmente” acabam ficando repetitivos, mas é que não há qualquer lei ou regra, cada um faz do seu jeito, elas são apenas memoriais.

  2. naian disse:

    eu vi ela hj dia 17/1

  3. Enrico Canali disse:

    São duas bikes diferentes. A da Ipiranga/Erico continua lá, firme e forte. Estava passando pelo outro lado da Ipiranga no domingo e vi uns três companheiros ciclistas mexendo nela. Acho que estavam arrumando algo ou dando uma garibada nas flores. É interessante ver como esse singelo memorial tem sido respeitado pelas pessoas, né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s