No drive-thru do “McDonald’s” em Porto Alegre bicicleta NÃO pode, NÃO VENDEM para ciclistas.


Impressionante os absurdos que nos rodeiam. Nesta madrugada aqui em minha cidade, Porto Alegre, um pequeno grupo de ciclistas  tiveram negado seus pedidos num drive-thru de uma loja da rede de “junk foodMcDonald’s por estarem de bicicleta. A mesma  NÃO VENDE para quem não esta em um veículo motorizado. Vejam a descrisão do fato pelas palavras do amigo Macedo da Bicicletaria Macedo, e assistam o vídeo que os mesmos fizeram.

Ps: Está ai + 1 motivo para boicotar esta “fábrica de obesos” que atende pela alcunha de Mac Donald’s. 

Open pra quem cara palida?? Apenas para um medíocre carrocentrismo.

  Gostou do BL@G? Compartilhe no botão a baixo e “curta” também a página no FACEBOOK. Lá com informações diferentes e a liberdade para você interagircomentando e postando.


Anúncios

Sobre PEDALE

Um entusiasta do ciclismo e afins, apaixonado por este veículo. Tendo este blog voltado a incentivar e estimular cada vez mais o uso da bicicleta como meio de transporte e lazer.
Esse post foi publicado em Cotidiano, Utilidade Pública e marcado , , . Guardar link permanente.

14 respostas para No drive-thru do “McDonald’s” em Porto Alegre bicicleta NÃO pode, NÃO VENDEM para ciclistas.

  1. Laura disse:

    Isso é o Brasil, gente querendo dar um “jeitinho” pra comprar sem veículo motorizado num espaço para veículos motorizados. Se não pode, não pode. São regras do estabelecimento, por que não respeitá-las? E a culpa nem é dos funcionários que anotam o pedido e entregam, então, não adianta bater boca com eles.

    • Taisa disse:

      Eu não li isso.

      • Laura disse:

        Sim, tu leu isso. Eu queria era um argumento maduro, sólido e convincente de alguém com uma opinião oposta à minha pra me explicar pq ele tem razão em reclamar dessa situação, que foi isso que eu não entendi. Por favor, alguém com vontade de argumentar de verdade, poderia me responder?

      • Danielle disse:

        eu não li isso. (2)
        uahauaahauh puta que pariu

    • marcosknijnik disse:

      O Drive-Thu é um serviço para veículos. O artigo 338 do Código de Trânsito Brasileiro define a bicicleta como um “veículo de propulsão humana, dotado de duas rodas”. Tanto é um veículo que deve andar na rua, no mesmo sentido dos carros e no meio da faixa. O McDonald’s não pode, portanto, negar o atendimento à um ciclista, se da mesma forma atende qualquer outro usuário de qualquer outro veículo.

      • marcosknijnik disse:

        Gostaria de reforçar minha ideia apresentando o Art. 96 do Código de Trânsito Brasileiro, disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9503.htm

        Art. 96. Os veículos classificam-se em:
        a) de passageiros:
        1 – bicicleta;
        2 – ciclomotor;
        3 – motoneta;
        4 – motocicleta;
        5 – triciclo;
        6 – quadriciclo;
        7 – automóvel;
        8 – microônibus;
        9 – ônibus;
        10 – bonde;
        11 – reboque ou semi-reboque;
        12 – charrete

        Ou seja, uma bicicleta se equipara à moto(cicleta) e ao automóvel. Tanto que, assim como carros, deve andar na rua, no mesmo sentido que os outros veículos (não pode andar na contra-mão), respeitando os semáforos e todas as outras leis de trânsito. Portanto, se alegarem que só atendem usuários de carros, então motociclistas não deveriam ser atendidos, o que não é o caso…

  2. André Melo. disse:

    Foda se o McDonalds!

  3. Taisa disse:

    Não vejo impedimento de venda (que justifique insegurança, pouca praticidade ou sei-lá-mais-o-quê) neste caso. Se vc não quer sentar no restaurante e está ‘de passagem’ porque não utilizar o Drive Thru?? Pra mim, isso soa tão discriminatório como não atender um branco/negro/gay/deficiente porque ‘se não pode, não pode’. Vamos lá! Podem ser melhores que isso! Dêem uma justificativa plausível para atender um motorciclista e não um ciclista sem motor. O cara foi à janela e demorou mais pra não atender o cliente do que demoraria para atender! O procedimento deles é o mesmo: pegar o pedido, fazer o lanche, entregar. Poderiame explicar qual a diferença entre entregar o mesmo lanche pra uma pessoa que está numa caminhonete, carro de passeio, sedan, hatch, fusca, brasília, chevete moto ou bicicleta?

  4. Laura disse:

    Danielle disse:
    junho 28, 2012 às 6:34 pm
    eu não li isso. (2)
    uahauaahauh puta que pariu
    Gente sem argumento é foda. Conversar não dá? Agora pensem se fosse um espaço para bicicletas e o cara quisesse entrar de carro… E não é “NO MC DONALDS NÃO VENDEM PARA CICLISTAS!” Aquele estabelecimento não vendeu, é só ler nos comentários da foto do cara que um monte de gente foi no da 24, Wenceslau e não sei onde a pé e de bike e conseguiu comprar. Sinto muito, mas infelizmente vocês não vão derrubar a franquia, é um pouquinho mais difícil :\

  5. Laura disse:

    Antes que me caguem a pau, eu acho que os caras do Mc podiam ter tido bom senso e ter atendido o ciclista, ÓBVIO. Mas eles só podem obedecer pq são subordinados que não querem perder o emprego miserável que ele tem.

  6. Jander disse:

    Em 2007 depois de tomar um suco de uva com gosto de terra, que provavelmente foi feito com água da torneira pois no verão a água de nossa cidade fica com esse gosto, nunca mais consumi nada dessa rede, mudei para SUBWAY e não me arrependo. Fica aí a sugestão!

  7. Isso deve rolar PROCON, eu iria, porque no nosso CTB nossas bicis são veículos (movidos à propulsão humana), então, mesmo que a rede seja multinacional, ela deve respeitar às Leis vigentes do país em que esteja atuando… então, PROCON neles!!!!

  8. Amigo, passamos por isso ontem, em Osasco/SP. Precisamos fazer alguma coisa!
    A loja que visitamos fica fechada e atende somente pelo drive-thru após certo horário, entramos na fila (enorme) e quando chegamos no balcão disseram: “Não atendemos ciclistas!”.
    Nós: Vocês atendem carros, motos, negros, gays, deficientes, etc…?
    McDonalds: SIM.
    Nós: Vocês não atendem ciclistas?
    McDonalds: NÃO.

    Isso é preconceito? discriminação?
    Estávamos em 3 mulheres e 4 homens, todos adultos e educados, chamaram a polícia (Não estávamos fazendo bagunça) ficamos conversando, com fome e tivemos que ir embora sem atendimento e ainda nos sentimos expostos ao ridículo.

    Triste isso, gravei tudo com a GoPro e vou editar um vídeo ainda hoje.

    Vamos lutar, amigos!

  9. cançado disse:

    aqui em são paulo eles vendem normalmente. parabéns pelo blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s